Precisamos conversar sobre Kourtney Kardashian

10/10/2017  •  Por Thereza  •  Celebridades

Tantas Kardashians, algumas Jenners, mas Kourtney – a primogênita, é a reunião de todas as irmãs. É sábia, gente boa, meio sacana, bem irônica, mas e os looks?! Os melhores, da família toda e melhor que a maioria de Hollywood!

Kourt, com seus bem vividos 38 anos, tem um estilo legitimamente apurado, bom gosto, sabe ser clássica, é ousada na medida, criativa, disceta. Olha eu gosto de uma Kardashian, mas nunca emiti tantos elogios assim pra uma, então toma que esse agregadão de looks é seu, Kourt!

Eu separei as fotos só dos últimos 30 dias, entre um rolê com o novo boy em Paris, até dias casuais em Los Angeles, vem ver como ela anda INSPIRADA.

KOURTNEY-KARDASHIAN

KOURTNEY-KARDASHIAN

KOURTNEY-KARDASHIAN

Kourt está namorando o modelo Bendjima Younes e juntos passaram uma temporada romântica em Paris. Entre um desfile na capital francesa e um passeio na Disney local, os dois saíram fofos e até coordenando. Kourt é estilosa e o boy não fica atrás.

KOURTNEY-KARDASHIAN

E ainda em Paris, cata o look ousadíssimo, edgy, poderosa.

KOURTNEY-KARDASHIAN

KOURTNEY-KARDASHIAN

KOURTNEY-KARDASHIAN

De volta em Los Angeles, no seu estilo favorito: básica com interessância. Em comum, uma boa calça jeans, mas pra variar uma blusa diferente, moderna e no capricho.

KOURTNEY-KARDASHIAN

KOURTNEY-KARDASHIAN

KOURTNEY-KARDASHIAN

Ainda nas calças, tem versão pantalona, khaki e ainda com fendas frontais. Kourtney kasual, é minha Kourtney favorita!

KOURTNEY-KARDASHIAN

KOURTNEY-KARDASHIAN

KOURTNEY-KARDASHIAN

Shortinho e sainha, fica a própria garotinha! Adorei o look com a camisa social meio que aparente (falamos outro dia desse truque de styling aqui). E essa sandália de serpente é o poder, não precisa de mais nada, meu amor!

KOURTNEY-KARDASHIAN

Pra finalizar, kata esse look! Você quer anos 80? Mas ainda anos 90? Tem como não reverenciar Kourtney? Que mulher! Boa fase que ela tá vivendo e a gente sente daqui, continue assim!

Kim Kardashian Kamaleoa: Todas as cores (e cortes) de cabelo que a irmã usou!

29/09/2017  •  Por Thereza  •  Cabelos

Rapte-me camaleoa, adapte-me ao seu ne me quitte pas..

Esse é mais um post sobre Kim Kardashian, mas a gente cantarola Caetano Veloso pra disfarçar a chuva de fotos da Kim que você verá abaixo! É que estamos vivendo mais uma era capilar de Kim e chegou a hora do Guia definitivo dos cabelos de Kim Kardashian West.

Essa sister não nos deixa na mão e sempre nos rende boas pautas, logo, vamos ao momento #cabelismo. Eu foquei nas cores, mas também tem uns cortes. Lembrando que Kim é truqueira e engana entre uns laces, megas e apliques, mas como fui tudo ela qume comprou, logo, é dela e também entra pro nosso Guia!

kim-kardashian-cabelo

Kim naturalzinha, bem no início da carreira. Agora vocês sabem a grande diferença nesses 10 anos? Sim, muita gente vai dizer plástica, mas eu digo laser! Kim fala assumidamente que se livrou desse mini cabelinho que tanto a incomodava e nesse guia dá pra notar a diferença.

Mais uma do início pré-Laser. Se você acha que Kim é lisa, é aí é que você se engana, segundo seu cabeleireiro, Chris McMillan, seus fios são grossos e ondulados. Acima dá pra ter uma ideia da origem armênia da Kim.

Versão morena e lisa, um clássico da Kim.

A cor segue clássica, mas sabe meu comprimento favorito? Esse! Uma coisa extra média com franja lateral, acho chique.

kim-kardashian-cabelo

Na história mais recente, Kim tem adorado a vibe Rapunzel, em homenagem à sua diva máxima, Cher! A cor do cabelo (sim, lace)  segue preta pretinha, que até reluz.

Sem antes mudar de cor, a fase long bob curta, confesso que esse cabelo chapado é o meu menos favorito.

Se o cabelo preto pretinho sempre foi sua marca registrada, também rolou a fase da nuance, olha que linda essa era, início de namoro com Kanye (2012) e uma tonalizada leve nos fios.

kim-kardashian-cabelo

Iniciando os trabalhos da loirice com uma cor morenoira de respeito, pontas mais claras e carameladas.

kim-kardashian-cabelo

Antes dessa morenoirice, Kim foi até mais loira, mas não durou muito. Em 2009 ela pintou o cabelo (e a sobrancelha) num loiro quente e durou exatamente 2 semanas. Achei tão bonitinha, cara de garota de praia bronzeada.

kim-kardashian-cabelo

Em 2013, logo após o nascimento da North, depois de meses hibernando, Kim surgiu assim: loira. Loira ouriçada! Provavelmente foi um bad hair day e um vento que bateu #empatia.

kim-kardashian-cabelo

Logo depois foi melhorando e chegou ao meu estilo favorita do loiro pra ela!

kim-kardashian-cabelo

Fase tão linda que vou colocar mais uma foto!

kim-kardashian-cabelo

Mais uma porque tá linda demais!

kim-kardashian-cabelo

Passada a geração loira bonitinha, o loiro performático, conceitual, koragem!

kim-kardashian-cabelo

Mas parece que Kim tem licença poética e dá tudo certo no final!

kim-kardashian-cabelo

Ops, sem antes dar uma amarelada básica. Essa era foi repleta de memes e comparações

kim-kardashian-cabelo

Eis que na história recente (mais precisamente início do mês), não satisfeita em usar todas as cores da cartela, Kim se descobriu com mais um loiro, dessa vez branco! Leona morreria de inveja.

Acho que Kim já meio que virou uma entidade desses tempos de mundo pop digital das celebridades. Esperar dela o de sempre? Que graça teria? Entre erros e acertos, ousadias e apliques, queremos vê-la sempre camaleoa, inventando modas e cabelos. Qual é o seu favorito?

A Década Kardashian!

16/08/2017  •  Por Thereza  •  Celebridades, tv

Dizem que a cultura pop das celebridades morreu em 2009. Mas, se desde então não ouvimos mais falar tanto de Lindsay, Paris & Nicole, nessa mesma época começou a desabrochar uma nova geração de mulheres que rendiam capa, menos pelo fator loka-na-balada, mais pela simples existência na nova era selfie/digital.

Fez-se as Kardashians! Esse ano o reality Keeping Up With the Kardashians comemora 10 anos de existência e as mulheres da família foram capa da prestigiada revista The Hollywood Reporter e nada de dicas de produtos, maquiagem ou relacionamento, o papo foi business e de como a família transformou esse universo digital de marketing, selfie, girl power e empreendedorismo.

De personagens de um reality show num canal a cabo (eles também gostam de chamar de docusérie) a produtoras de uma megafranchise que é transmitida em 167 países, reúne 9 spinoffs (Take Nova York, Miami, Khloé e Lamar e até o mais recente, Life of Kylie), sem contar as empresas de moda, beleza, apps e as inúmeras parcerias com outras marcas. Trouxe uns highlights da matéria pra cá!

DE QUEM FOI A IDEIA

A polêmica começa por aí. Recentemente, em seu livro, Caitlyn Jenner disse que a ideia foi dela, “A casa está inundada na puberdade, repleta de jovens e com dois pais com estilos muito diferentes. Parece-me que há algo para a televisão”, versão que Kris obviamente rejeita. Ela fala “talvez alguém devesse lembrá-la de que o programa se chama Keeping Up With the Kardashians”.

Oficialmente a ideia foi de Ryan Seacrest, ao ver o sucesso de Os Osbourne, ele buscou uma família até então não muito conhecida e, entre amigos em comuns, chegou na K-Family. A ideia original ia girar entre as 3 irmãs cuidando da loja Dash, mas logo se tornou um programa pra falar do dia-a-dia de todos.

O QUE FEZ OS PRODUTORES SE ENCANTAREM?

No auge do frenesi das celebridades, muito difícil se destacar entre o meltdown da Britney, as polêmicas de Lindsay e o frenesi de Brangelina. Sabe o que encantou os produtores e fez o programa sair do papel?

Kimberly Noel Kardashian.

Ela estava aparecendo um pouco como amiga da Paris, tinha o lance da sextape… e o que os produtores viram, “Ela tinha um visual que não era comum na tv. Ela não era super magra, era real, e isso poderia inspirar.” Viu como, mesmo sendo obviamente magra, houve de fato uma quebra de padrão e isso mudou com o tempo? Da loirinha herdeira Paris Hilton à morena ~exótica armênia desconhecida Kim Kardashian, foi bem por aí.

O MOTE DO PROGRAMA

Segundo Seacrest, “Vai ter brilho e glamour, mas vai ter honestidade e vulnerabilidade. Não serão apenas lindas imagens, teremos momentos reais e vulneráveis” E Kris acrescenta “Se formos participar disso, estaremos todas entregues, será um reality sobre a nossa realidade de fato”.

E às vésperas de lançar, surgiram as primeiras ideias de nome:  “Kardashians: Krazy with a K”, “Living Kardashian”, “Krazy Kardashians”. O nome oficial veio por acaso, de tanto que a equipe estava… “Keeping Up With The Kardashians”, fez-se a franquia.

AGRADEÇA AO TWITTER

Pense 2007, quais redes sociais existiam? Certeza que a família não estava no Orkut, mas foi o famigerado Twitter (que muita gente acha que morreu, mas segue vivíssimo e poderosíssimo, me segue) que espalhou a palavra Kardashian e trouxe o lado mais vida real à família.

Ryan então sugeriu que as meninas entrassem na rede social do passarinho pra estender o impacto que o programava causava na “2a tela” e que elas também compartilhassem um pouco mais de suas vidas de forma rápida, sem filtro e autêntica. E lá mesmo foi o termômetro que mostrou o surgimento do fenômeno. É bem engraçado pegar tweets antigos – à la Neymar – da Kim e cia.

F-A-M-Í-L-I-A

A entrevista seguiu entre as irmãs, Kris, Ryan e os produtores e algo em comum é notório: o senso de família unida. O que eu, particularmente, acho incrível nelas é essa união e força que elas passam umas as outras. É claro que o programa é editado, tem roteiros e narrativas, mas a gente sente que há amor e apoio entre eles, até mesmo com os agregados (vide o relacionamento com o Scott e o apoio dado ao Lamar).

E eles atribuem muito da longevidade do programa a esse fator, pois no final das contas, entre altos e baixos, é uma família contando história, seja com muito glamour ou invenção de moda, no final das contas eles são família e com tantas cifras e egos envolvidos, eles seguem forte.

E além do recheio, fotos lindíssimas das irmãs nessa cartela crua e exposta, comc erteza tem um significado por trás disso. Adorei saber esse lado b do programa e como elas se reinventaram e, de fato, trouxeram um novo comportamento à industria das celebridades. Seja selfie, nudez e publipost, impossível falar dessa última década digital sem traçar um paralelo com a família Kardashian, isso é mérito puro.

 

 

 

Página 1 de 4412345Última »