Dica de hotel em Nova York: Hyatt House Chelsea

12/06/2017  •  Por Thereza  •  New York, Viagem

Vocês acompanharam no Instagram que no último mês passei 1 semana em Nova York unindo o útil ao agradável! Foi justamente durante a semana do meu aniversário na cidade que mais amo na vida e ainda aproveitei pra ver novidades, selecionar muitas dicas pro blog e ainda preparar algo muito especial que no final do mês conto pra vocês!

E dessa vez me hospedei num hotel que certeza já entrou pra lista de favoritos da cidade! Gosto muito da rede Hyatt, já me hospedei no Hyatt Regency de Aruba, no Grand Hyatt daqui do Rio (local do #Melhorgrupoday2) e agora foi a vez de prestigiar o novíssimo Hyatt House que abriu no Chelsea, coração de Manhattan!

HYATT-HOUSE-CHELSEA

E tem coisa melhor que ficar em hotel novíssimo? Não tem, ainda mais em Nova York, com uma grande variedade de hotéis – alguns deles bem antigos, ter certeza de um hotel novinho em folha é meio caminho andado. E o legal do Hyatt House é que ele tem uma proposta… house!

Ele tem um quarto espaçoso com copa, ótima opção pra quem busca um pouco a mais no quarto! Sempre quando viajava com meus pais optávamos por ficar nesse tipo de acomodação pois até facilita pra quem quiser fazer um café da manhã reforçado ou quem sabe jantar especial. E eles tem estrutura de casa mesmo, de apetrechos de cozinha até jogos de tabuleiro, tem de tudo pra transformar sua experiência em como se fosse sua casa, só que em Nova York.

HYATT-HOUSE-CHELSEA

O hotel foi inaugurado há 2 meses e fica muito bem localizado, na 6a ave com a 28th st, sobe um pouco e está no Times Square, desce um pouco e está no Meatpacking/Village. E, apesar de Manhattan ser “compacta”, um hotel com boa localização faz toda a diferença, pois você pode andar e andar, mas sabe que por perto sempre tem o seu hotel.

E o Hyatt House além de ser centralizado, fica na minha região favorita de Nova York: o quarteirão das flores! Não realidade são vários quarteirões dedicados exclusivamente às flores, como tudo em NY é muito bem dividido, ali é o local das flores… e inclua aí, peônias! Era bem inspirador acordar e já passear pelas lojas e ver uma variedade enorme de flores, nem parece que você está em Nova York.

HYATT-HOUSE-CHELSEA

Voltando pro hotel, além do diferencial casa, da excelente localização, ele tem dois fatores que fazem a diferença em Nova York! Um rooftop que te deixa debruçada no Empire State, é muito lindo, eu acordava e dava de cara com essa beleza! O rooftop tem uma vista de quase 360º da cidade e ótimo point pra boas fotos, atualmente tem uma academia por lá e em breve eles inauguram um bar!

Pra completar, e isso é bem raro na cidade, o café da manhã é incluso! E o deles é no capricho, dos clássico até um omelete bar (que foi a alegria do Rodrigo).

Pra quem tinha perguntado durante a viagem, postei no Instagram e o chip que usei mais uma vez foi da Travel Mobile, já saio com ele funcionando daqui e é a melhor coisa do que ter que entrar em loja de telefonia gringa porque eles nunca são lá muito bem dispostos. O legal da Travel é que funciona na América do Norte e Europa.

HYATT-HOUSE-CHELSEA

Pra quem busca uma hospedagem na cidade bem localizada, com quartos novos e aconchegantes e ainda com um excelente custo x benefício, vale pesquisar o House Hyatt, tanto no site oficial, quanto no Booking tem boas tarifas!

E fiquem ligadas que teremos uma série de posts da cidade, à partir da semana que vem!

Meus 3 programas favoritos de Gastronomia e viagem

16/02/2017  •  Por Thereza  •  tv, Viagem

Se tem uma coisa que me faz desconectar do mundo, deixar o celular do lado e me fazer viajar sem sair de casa, são programas com essa pegada lifestyle de gastronomia e viagem! Amo, assisto todos e geralmente organizo minhas viagens baseadas em episódios que vi! E, se tenho uma viagem nos planos, recorro aos tais programas pra fazer meu roteiro (tem coisa melhor que organizar roteiro de viagem? Sou freak das dicas!).

Pensando nisso e também porque troquei umas dicas legais de programas no Stories, trouxe pra cá meu TOP3 programas nessa pegada, tudo pra você assistir e querer viajar comigo!

Diário de Olivier: Meu xodó recente, estou apaixonada pelo casal Olivier e Adriana Alves. Olivier Anquier é um chef super famoso, seu programa no GNT é um clássico e um dos precursores sobre tema na tv a cabo brasileira, mas essa versão Olivier viaja é incrível, quero seguir todos os passos deles!

Comecei assistindo no Now da Net a temporada do casal desbravando o sul da Espanha, entre dicas de viagem e receitas atraentes, é tudo muito adorável e com paisagens incríveis. Depois assisti a temporada toda do Olivier (dessa vez sozinho)  pela Índia e Tailândia e bateu um desejo repentino de conhecer a região. Agora a dupla está fazendo tour pela França e eu estou apaixonada, no momento quero conhecer a Córsega, última parada deles.

Chef’s Table: Um dos meus programas favoritos! Ele é um documentário que narra a vida de um chef por episódio, mostrando todo o seu universo comandando um restaurante estrelado. Mas o programa vai além e humaniza o chef, mostra a vida pessoal, junto com o processo criativo e concepção dos pratos.

O programa tem uma fotografia belíssima e é um deleite pros olhos! O quesito viagem entra porque você fica com vontade de conhecer cada uma das cidades que o programa já passou e olha que são muitas!

Entre meus episódios favoritos, cito o do brasileiro Alex Atala, do italiano – que tem o melhor restaurante do mundo – Massimo Botura e de Dominique Crenn, melhor chef mulher do mundo (aliás, que ambiente machista, né). O programa todo é muito bom, ele já rodou em regiões como Patagônia, Bangkok, Bolonha e na remota Jarpen, na Suécia. Tem as 2 primeiras temporadas na Netflix e a 3a será lançada ainda esse mês.

Anthony Bourdain: Eu amo todo e qualquer programa dele! O chef e apresentador new yorker tem uma série de programas de viagem/gastronomia apresentados pela CNN (aqui passa no TLC) e são todos incríveis!

Ele em si é super carismático, meio ranzinza, mas pau pra toda obra e suas aventuras pelas cidades rendem as melhores dicas! Já fiquei num hotel em São Francisco só porque ele ficou e já fiz um roteiro gastronômico de chefs novos talentos de Paris, só porque ele dedicou um programa inteirinho ao tema! Ele tem dicas incríveis, que vão dos clássicos, passando pelos hotspots, até mesmo segredos guardado a 7 chave (até a chegada dele). Pra mim é um dos melhores programas de viagem que tem!

Se você gosta de gastronomia, tem viagem em mente ou simplesmente gosta de assistir um programa que te tire da vida real, fica a dica dessas 3 opções! Todas com seus estilos diferentes, mas em comum o amor por viagem e comida! Você tem alguma dica nesse estilo? Me conta!

10 restaurantes pra você conhecer em Nova York – Edição 2017

06/02/2017  •  Por Thereza  •  New York, Viagem, Vinho

Vamos começar o ano atualizando nossa lista de restaurantes em Nova York e torcendo para que o dólar volte à casa dos R$2 pra gente agendar a próxima visita à cidade com uma certa dignidade financeira gastronômica?

Pois bem, vocês sabem que Nova York é um assunto recorrente aqui no Fashionismo desde o início e se o tema é comida, tem restaurantes que são clássicos, outros adoráveis clichês e até finados (Saudades, Pastis!), daí aproveitando minha última viagem à cidade, fiz uma listinha rápida de 10 restaurantes badalados que você precisa conhecer na na sua próxima visita!

nova-york-restaurantes-dicas

Impero Caffe [NoMad]: Fica dentro do Innside New York, hotel que fui conhecer na minha última ida à cidade (vale reler o post aqui, ótima dica de hospedagem!) e é uma delícia. Ambiente aconchegante, moderninho e com comida italiana contemporânea, perfeito pra um almoço entre as muitas compras na região (postei sobre shop em NoMad aqui) ou um jantar descolado.

Milos [Midtown]: Já fui na filial de Vegas e ele é incrível! Ele é um grego super descolado, mas ao mesmo tempo típico, com peixes expostos e um ambiente que faz você se sentir na Grécia, só que em pleno Midtown. K-family já gravou uns episódios lá.

Vandal [Lower East Side]: Por falar na família, foi num jantar da Kourtney que eu conheci esse super descolado e modernete restaurante no LES, que depois ainda vira uma espécie de baladinha. Ele tem uma pegada super streetart, com grafites e esculturas pelos ambientes. Boa sugestão pra jantar saturday night com as migas.

King [West Village]: O restaurante badalado da vez em NY. Se quiser ver gente bonita, suas bloggers gringas favoritas (Emilly Weiss e Leandra Medine amam) e comer comida da estação com referência do sul da França e Italia, o King é o lugar.

Pietro Nolita: Como o próprio nome já diz, esse restaurante fica no bairro italiano de Nolita e eu conheci através do Instagram e ele é todo trabalhado no rosa. Da decoração aos ingredientes, ele é todo descolado, hipster e vai te render boas fotos!

Egg Shop [SoHo]: Os restaurantes com ingredientes específicos se tornaram hit na cidade e o Egg Shop (adivinha, tudo leva ovo nos pratos!) é sucesso. O local ainda não é muito turistão – e isso pode ser bom – tem comida boa e os pratos garantem aquele bom clique pras suas redes sociais.

Umami Burger [Chelsea]: O meu hamburger favorito, agora em NY! Já tinha comido em LA e agora o Umami tem em pleno Chelsea e é imperdível, sério! Não deixem de perdir o hamburger de trufas e batata frita igualmente trufada e de nada.

Le Coucou [Soho]: Se você sente falta de um restaurante francês à la Pastis, o Le Coucou se tornou um dos queridinhos da cidade! Com ambiente contemporâneo e comida inspirada na cozinha tradicional francesa, vá ao restaurante se procura um local badalado.

Benoit [Midtow]: Comer num restaurante do chef estrelado francês Alain Ducasse sem abrir um crediário? Essa é a “proposta” do Benoit, bistrô francês contemporâneo aberto em pleno burburinho do Midtown. Obviamente não é um restaurante barato (no site tem todos os preços e menus), mas vale cada centavo pra quem gosta de comer bem e na pegada grifada. Para os amantes de vinho ainda tem um Wine Bar.

Blue Hill [Village]: “Farm to table”, ou seja, da fazenda, direto pro seu prato, é uma corrente cada vez mais forte nos restaurantes da cidade e muitos deles fazem questão de destacar em seus letreiros. E um dos percusores nessa pegada mais sustentável é o Blue Hill, que tem um cardápio autoral, criativo e vale a experiência quando for à cidade. Aliás, asistam ao Chef’s Table (tem na Netflix) que mostra todo o processo e você ficará com vontade de marcar as passagens e reservar a mesa!

nova-york-restaurantes-dicas

Esse é um apanhado bem atual de restaurantes que valem a refeição! Se você tiver outros nomes, compartilha com a gente para enriquecermos esse post!