Face Slimmer, ferramenta de beleza facial (direto do sex shop?)!

21/08/2017  •  Por Thereza  •  Beleza, Compras

Que as orientais são surpreendentes no quesito produtos de beleza, isso não há dúvida. Seja cuidados de  skincare com tecnologia avançada, passando pelas eficientes sheet masks, até chegar às invenções de beauté que dizem muito do padrão-de-beleza-imposto-pela-sociedade (tipo a cola para pálpebra que (postamos aqui). E quem somos nós para julgarmos, cada país com sua cultura e história.

A febre da vez não é lá muita novidade, mas viralizou quando comediantes ocidentais descobriram a geringonça e com isso também descobriu-se a origem, digamos, não muito ortodoxa (veja esse vídeo da Rashida Jones para a Allure, por lá tem muitas outras ferramentas curiosas).

Você já viu esse utensílio por aí? Pois bem, o Face Slimmer é item sensação entre as sul-coreanas, tudo para reduzir a flacidez facial através de exercícios com esse molde de silicone. Dizem que o produto de fato ativa e enrijece os músculos da região, garantindo um visual mais firme e combatendo as intempéries criadas pela gravidade.

O que muita gente não sabe, é que o apetrecho também é comumente usado para outra função que, digamos, requer  exercícios à la Anastasia Steele e Christian Grey. Nos sex shops, o Face Slimmer  vem com um nome específico do universo bdsm e existe desde antes da preocupação da papada e região.

Ambos os produtos são vendidos pela Amazon e Aliexpress na faixa de U$5-10 e cada um com seu vendedor e sua função, mas ainda tem aqueles, com um astuto tino comercial, que mostra a dupla função do produto, que tal?

Apesar de ser mais uma popular ferramenta oriental na busca do tal do padrão, existem muitas resenhas positivas pela internet revelando que de fato o produto é eficiente e tonifica a musculatura de uma região que as mulheres se incomodam com a perda de tônus, tudo em 2 inocentes minutos diários. E vocês, usariam?

 

Investindo na bolsa: edição Brasil 2017!

10/08/2017  •  Por Thereza  •  Compras

A tag #QuerPagarComo é uma das mais pedidas do Fashionismo e consiste na gente fazer aquele comparativo esperto de onde comprar uma ~it-bag mais barato, seja em dólar, euro ou real mesmo. Essa tag surgiu com o dólar a R$1,99, ou seja, eram tempos mais razoáveis, sem crise, enfim, saudades 2012, volta!

Depois disso o dólar foi subindo e até mesmo nossa consciência e foco se transformando, daí a tag sumiu! Mas agora, apesar do cenário político instável e assustador, mas com o dólar dando aquela caidinha de leve, a gente gastando menos com tranqueirinhas, enfim, sempre me pedem pra fazer um novo apanhado de bolsas grifadas e que vão um pouco além do budget.

É inegável que uma bolsa de qualidade (ok, marca) é algo que dura muito e, pra quem gosta desse universo, vale a pena. Antigamente o foco era na próxima viagem, mas hoje em dia muitas dessas marcas tem não só loja física, mas também podemos encontrar online por aqui e sempre com um preço competitivo com a moeda de origem.

Com isso, fiz um #InvestindonaBolsa só com marcas gringas e que podemos comprar online (nesse quesito, a Farfetch é sumidade no assunto e ainda parcela rs) e o limite é R$4.000, vai que você juntou um dinheiro, tem o ir, fgts, sei lá, você acha que você merece e pode. Vem comigo!

PROENZA SCHOULER R$3.920 | GUCCI R$3.870 | EMPORIO ARMANI R$2.850 | TORY BURCH R$2.120 | MARC JACOBS R$1.990 | RED VALENTINO R$3.120 | COACH R$1.698 | MICHAEL KORS R$1.300 | MANSUR GRAVIEL R$3.720 | SEE BY CHLOE R$1.960

Como uma boa bag lover, confesso que compraria todas! Gosto de bolsa colorida, diferente e, a melhor parte, sempre quando é uma cor fora do óbvio, ela costuma ser mais barata que uma tradicional preta, por exemplo. Dentre a seleção, foco na mini PS1 da Proenza Schouler, bom tipo de bolsa pra quem é modernete, mas ainda discreta, já que não tem logomania.

A Gucci Soho é um clássico e esse preço é um achado. Se você é uma mulher elegante e quer uma bolsa um pouquinho maior, essa Armani é lindíssima e que cor bonita! Já a Tory Burch é elegantíssima, super clássica, tem um quê de Birkin, mas com alguns dígitos a menos rs.

Para os entusiastas de Marc Jacobs, esse modelo é lindo e super utilitário. Pra quem gosta de uma estrelinha, a Red Valentino tem modelos lindos. Outra bolsa sensação que todo mundo ama – e tem em várias cores – é essa da Coach. Já para as entusiastas de Michael Kors, achei esse modelo uma graça. Por fim, Mansur Graviel e uma bucket bag clássica e a versão See by Chloé pra quem gosta da marca francesa.

YSL R$3.620 –  R$3.280R$3.420 | GIVENCHY  R$3.660  –  R$2.500

Opa, por falar em França! Olha essa seleção da YSL e Givenchy, sério eu usaria toda e qualquer bolsa dessas. A blogger bag é lançamento e um xodó, tenho uma parecida deles e uso muito, até durante o dia e acho essa cor dourada quase neutra. Já pra quem gosta de espaço, a versão Tote azul Mondrian é ótima. Pra fechar, a Loulou vinho é uma lindeza, quero.

Já na Givenchy, essa preta e branca é uma graça, bem como a Clutch logomania pra quem gosta de versão menor pra sair à noite, lá tem vários outros modelos nessa faixa de preço.

E vocês, tem investido na bolsa e buscado modelos mais razoáveis e agora aqui no Brasil?!

10 Lojas de Lingerie Online

09/08/2017  •  Por Thereza  •  Compras, Moda

Vamos falar de lingerie? Taí um assunto que ganhou ares de look do dia oficial e o último post é um pouco prova dessa onda. Se antes ela ficava escondida e a gente focava numa ocasião especial, agora elas andam mais exibidas do que nunca, mas sem perder a função de look íntimo pra gente se sentir bem, bonita, poderosa, simples assim e taí uma peça de vestiário que tem esse poder.

E se outro dia teve post com 10 lojas online pra comprar objetos de decoração, vamos à seleção de loja de lingerie online?

lingerie-online

Loungerie: Super clássica, quem não conhece? Praticamente nossa VS made in Brasil, sempre com peças sexies, mas básicos indispensáveis. Foco no sutiã com modelagem bem variada e que vai além do trivial.

Hope: Outra marca clássica quando o assunto é lingerie, eu ainda tenho um carinho especial, pois a Hope foi a primeira marca parceira do Fashionismo, isso lá em 2010, então se uma marca acredita em blogs assim desde sempre, terá o meu amor. E eles seguem implacáveis em lingerie para todo o estilo e ocasião, adoro comprar um bom básico por lá.

Verve: Mais uma tradicional no quesito, conheço a Verve há muito tempo e adoro suas coleções, especialmente a Homewear, roupa gostosinha pra ficar em casa (quem tem home office sabe que é difícil manter a dignidade).

Recco: Outro dia fiz post exclusivo sobre a Recco e me impressionei com seu e-commerce com uma grande variedade de peças, sério mesmo, eles tem uma variedade absurda e não só de modelos, mas uma grade bem democrática. Adoro os bodies deles pra usar na vida real.

Intimissimi: Acho o nome tão chique e ainda tem a Grazi Massafera de garota propaganda rs, adoro essa pegada italiana sexy rendada. No início achava que a marca era caríssima, mas não, tem umas peças razoáveis e belíssimas.

Valisère: Se tem uma marca que disseminou a moda dos bodies rendados no look, foi a Valisère. Eles tem modelos lindíssimos, vale cade centavo (alguns são muito$).

Plié: Pra mim é o lugar pra comprar aquela lingerie utilitária, pra colocar sob vestido de festa, disfarçar uma coisinha ali ou acolá. Eles tem corset, cinta modeladora e outros modelos imprescindíveis no nosso guarda-roupa íntimo.

Renner: A gente adora uma loja de lingerie, mas nada como a boa-e-velha Renner pra você comprar aquela lingerie de algodão, confortável, gostosinha pro dia a dia. Também adoro os pijaminhas deles, baratinhos e bonitinhos.

Amaro: Ainda no quesito fast fashion, a Amaro tem uma seleção bonita de lingeries inspireds naquela pegada For Love and Lemons e todas com bom preço.

Janiero: Por falar nessas marcas gringas, a Janiero é uma boa opção nacional de peças mais ousadas e poderosas, ótima praquela ocasião especial.

Gostaram da seleção? Se conhece outro ecommerce no tema, compartilha aqui!