AS MAIS
LIDAS!

Ronda da Semana: Mulheres poderosas

10/11/2017  •  Por Thereza  •  RDS

Sexta-feira é dia de Ronda da Semana e essa está especial, repleta de mulheres incríveis, boas histórias e um 2018 cheio de novos projetos, vem comigo!

MERYL STREEP NA CAPA DA VOGUE

O último trimestre foi todo trabalhado na representatividade das mulheres acima de 60 anos nas capas de revista. Depois de Hellen Mirren na capa da Allure e Lauren Hutton na Vogue Itália, a atriz Meryl Streep é capa da edição de aniversário da Vogue US. Lá ela fala de seu novo filme, o papel da mulher em Hollywood, mas a melhor parte mesmo vem na versão digital…

Inception, Miranda Priestly chegando na Vogue para conversar com… Anna Wintour! Olha que a revista anda espirituosa e o vídeo vai além, fala dos personagens que foram desafio para a atriz e muito mais. Adorei esse feat!

BAILE DO MET 2018

Por falar em Vogue, a publicação compartilhou o tema do Met Gala 2018“Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination”, o tema busca celebrar a união de moda e religião,  “criado para abrir um diálogo entre a moda e a obra prima da arte religiosa no acervo do museu”, completa a revista. E eu só prevejo polêmica!

Para ciceronear os convidados ao lado de Anna Wintour, nada menos que: Rihanna, Amal Clooney e Donatella Versace, que time! Então coloque na agenda, primeira segunda de maio temos um encontro.

As I have made clear so often in the past with every fiber of my being, I embrace my natural heritage and despite having grown up thinking light skin and straight, silky hair were the standards of beauty, I now know that my dark skin and kinky, coily hair are beautiful too. Being featured on the cover of a magazine fulfills me as it is an opportunity to show other dark, kinky-haired people, and particularly our children, that they are beautiful just the way they are. I am disappointed that @graziauk invited me to be on their cover and then edited out and smoothed my hair to fit their notion of what beautiful hair looks like. Had I been consulted, I would have explained that I cannot support or condone the omission of what is my native heritage with the intention that they appreciate that there is still a very long way to go to combat the unconscious prejudice against black women’s complexion, hair style and texture. #dtmh

Uma publicação compartilhada por Lupita Nyong’o (@lupitanyongo) em

LUPITA NA CAPA DA GRAZIA

Gosto de acompanhar a evolução das revistas, mas seguimos atenta aos retrocessos, poderia estar exaltando mais uma linda capa da maravilhosa Lupita, só que não. Hoje a atriz foi ao seu Instagram compartilhar que a revista inglesa simplesmente editou seu cabelo sem seu consentimento, apagando seus traços, história e oportunidade de mostrar mulheres negras nas capas, inspirando assim outras negras e, especialmente, crianças, para desde então se verem representadas.

Se o photoshop há anos passa dos limites ao modificar corpos alheios em busca da tal perfeição, editar o cabelo da atriz é um absurdo e mostra que mesmo com essa nova era ~inclusiva, o racismo escapa.

Ainda bem que mais que nunca, sem medo de retaliação futura, as atrizes vem expondo casos inadmissíveis feito esses.

HILLARY CLINTON E O FIM DA TEEN VOGUE

Na última semana foi anunciado o fim da amada e idolatrada Teen Vogue. Quem nunca foi adolescente e comprou a revista, seja numa viagem ou juntando um dindin pra saber as modas teen gringas? E quem nunca sonhou em ter uma edição brasileira? Lembro que até fizeram 1 edição comemorativa com a Aline Moraes na capa, mas não passou disso.

Enfim, em tempos de mudança editorial, a publicação foi mais uma a sair do espaço físico e focar no digital, mas sem antes trazer uma capa incrível: Hillary Clinton.

Além da capa, a ex-candidata à presidência é editora convidada, “Essa edição é uma celebração da resistência e resiliência. Acho incrível como a Teen Vogue tem diversificado e, ao lado de uma matéria sobre removedor de maquiagem, é possível falar de política e feminismo”. Espero que todo esse movimento da revista siga fazendo diferença no digital também.

VICTORIA BECKHAM + REEBOK

Mês passado postamos aqui sobre a volta do tênis sensação da Reebok, tudo capitaneado pela top Gigi Hadid. Agora vale ficar de olho na marca, que tem tudo pra ser destaque em 2018. Nessa semana eles anunciaram uma parceria com, nada menos que, Victoria Beckham.

Imagina a eterna Posh Spice desenvolvendo uma linha de tênis e roupa de academia? Pois bem, não esperamos nada além dessa elegância e finesse inglesa. A parceria com a estilista será lançada no 2º semestre do ano que vem e será o início de uma nova era pra marca que busca um reposicionamento nesse universo cada vez mais interessado em bem-estar.

Bom final de semana!

 


Deixe seu comentário!
*Preenchimento obrigatório (seu email não será divulgado).
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui e cadastre-se!

9 Comentários
  1. Ana Paula Tedesco - 10/11/17 - 14h51

    Ansiosa por esse baile do MET que tem tudo pra ser recheado de polemikas

    Responder
  2. Gabrielle Maués - 10/11/17 - 15h17

    De matar o que fizeram com Lupita!
    E já tô ansiosa pelo lacre da Riri no MET! :D

    Responder
  3. Beatriz Santiago - 10/11/17 - 16h12

    eu quase chorei nesse vídeo da Meryl com a Anna, me pareceu tão verdadeiro! e quando a Meryl falaque gostaria que a mãe tivesse viva pra mostrar a capa </3

    DOIDA NESSA PARCERIA DA VICTORIA BECKHAM PRA REEBOK, será que finalmente terei algo de longe assinado por VB? ❤️

    Responder
  4. Mayara - 10/11/17 - 18h26

    Só mulheraoooo!! O tema do baile do MET vai esta polemicl, mas nao nego que to ansiosissima pelos looks. Quanto ao lance da lupita, que absurdo pqp

    Responder
  5. Silvia - 10/11/17 - 19h09

    Maravilhosas, todas. Amei a parte da Merly falando da mãe, tão genuíno soou. Um absurdo o que fizeram com a Lupita!

    Responder
  6. dai - 10/11/17 - 19h32

    Hillary Clinton globalista de :shit: essa mulher não me representa :ok_hand:

    Responder
  7. Laísa - 11/11/17 - 18h07

    Eu quase pirei com o encontro da Meryl e da Anna aaaaaaa

    Responder
  8. camila - 11/11/17 - 21h51

    The, é uma pena ver que enquanto vemos essas notícias de empoderamento feminino, aqui no BR políticos homens estão decidindo tirar diretos das mulheres. Sei que é um assunto pesado pro blog, mas a gente tem que pensar nisso. Mesmo tenho minhas reservas sobre legalização total, e entendendo que é um tema difícil, a verdade é que é um absurdo voltar atrás e criminalizar as formas que já era permitidas por lei e aceitas pela sociedade. é uma violência obrigar uma mulher vítima de estupro a continuar com uma gestação fruto de um crime abominável. Se ela desejar continuar, tudo bem. mas e se não quiser? 9 meses de tortura? e se for uma gravidez que ponha sua vida em risco? pena de morte? absurdo. :cry:

    Responder
  9. Vitória Gonçalves - 14/11/17 - 21h31

    que ronda maravilhosa <3 eu amo acompanhar notícias de mulheres poderosas e inspiradoras! achei incrível o que Lupita fez, mostrando que as publicações muitas vezes querem apenas se aproveitar da militância como pauta para vender, mas até quando querem representar negros, ainda tem que estar dentro dos padrões que eles esperam. Isso abre nossos olhos para conseguir perceber o que é verdade e o que é oportunismo.

    Responder